Carta:


L.,
Esta noite sonhei com você. Nada fazia muito sentido- nos meus sonhos é sempre assim. Mas foi bom. Qualquer fuga dessa realidade ridícula a qual me tranquei me agrada.
É verdade que não sonhava com você há anos. Talvez deva encarar isso como um sinal. Talvez sem saber eu esteja escolhendo a dor alucinante a essa vidinha sem cor e sem gosto.
Eu sempre fui assim- sempre escolhi o gosto de sangue a gosto nenhum. Mas hoje estou tão seca que.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s